Summary - Big Data

Por 24 de julho de 2017Summary

Big Data é um dos termos mais comuns de se ouvir hoje em dia, mas suas definições variam e acabam gerando confusão quanto ao seu real significado.

Uma coisa que todas as definições acordam é quanto ao grande volume de dados. Nós coletamos e analisamos dados desde a pré-história, a diferença é que hoje com o progresso tecnológico a quantidade de dados produzidas é absurda, seja: vídeos, áudios, imagens, textos, transações, entre outras.

Em um artigo da Computer Business Review grandes nomes do setor da tecnologia e análise de dados comentaram como explicar Big Data para uma criança de 5 anos, seguem algumas destas definições:

Citação de Laurie Miles

Segundo Laurie Miles chefe de Analytics do SAS (Reino Unido e Irlanda), é como imaginar uma caixa de brinquedo gigante, cheia de blocos de lego e seus personagens favoritos, mas com tamanha caixa acaba se tornando difícil achar as peças certas.

Citação de Andrew Jennings

Já para Andrew Jennings, chefe de Analytics da FICO, dados é um sinônimo de pequenos pedaços de ideias, imagine então milhões destes, como estrelas no céu. Ao olhar para o mesmo, verá pequenas luzes, mas é possível conectá-las e enxergar algumas formas. Assim, se as estrelas são os dados, o Big Data seria como se fosse possível olhar para uma infinidade de estrelas, imagine as formas que seriam possíveis enxergar então.

Citação de Matt Davies

Por fim, para Matt Davies, diretor de marketing na Splunk, é como pensar em todos os livros, programas de televisão, músicas, fotos, textos, e desenhos já feitos disponíveis para você olhar quando quiser. Imagine então ser possível perguntar qualquer questão que puder pensar e ser possível obter essa resposta. Por exemplo, saber qualquer coisa sobre Frozen, ou ainda, saber sobre qualquer jogo de Angry Bird.

As definições têm diferenças sutis, mas se pautam no grande volume de dados, e qual será minha definição? Bom, Big data para mim é uma coleção de ferramentas que englobam todo processo de análise de dados (coleta, armazenamento, estruturação, manipulação, modelagem e visualização), porém formatadas para o funcionamento em grandes volumes de dados, de tal forma que seja viável sua aplicação, visto que métodos convencionais seriam obsoletos ou melhor, muito lentos, e por consequência inviáveis.

Para sugestões de mais temas a serem abordados, é só clicar abaixo:

Entre em contato conosco

 

Autor Vinícius Felix

Mais posts de Vinícius Felix

Insira uma resposta